Terceiras Impressões

SONETO DO AMIGO – VINÍCIUS DE MORAES

BLOGAGEM COLETIVA DO PROJETO “CLUBE DE CARTAS PARA BLOGS”, SOBRE O TEMA AMIZADE!

Estou extremamente atrasada nessa postagem. Iniciei com uma ideia que morreu quando vi os posts dos outros blogs com o conteúdo que eu pretendia utilizar aqui, então fiquei pensando em outra forma de abordar o tema proposto; eis aqui, um singelo soneto do mestre Vinícius, aproveitando para lembrar que aqueles textos famosos que circulam pela internet, “Meus secretos amigos” e “Procura-se um amigo” (apesar de belos), não são de autoria do poeta. Saiba mais AQUI.

SONETO DO AMIGO

Enfim, depois de tanto erro passado 
Tantas retaliações, tanto perigo 
Eis que ressurge noutro o velho amigo 
Nunca perdido, sempre reencontrado. 

É bom sentá-lo novamente ao lado 
Com olhos que contêm o olhar antigo 
Sempre comigo um pouco atribulado 
E como sempre singular comigo. 

Um bicho igual a mim, simples e humano 
Sabendo se mover e comover 
E a disfarçar com o meu próprio engano. 

O amigo: um ser que a vida não explica 
Que só se vai ao ver outro nascer 
E o espelho de minha alma multiplica…

Conheça o site oficial do autor: 
http://www.viniciusdemoraes.com.br/pt-br

Participe do Clube de Cartas para Blogs: 
https://www.facebook.com/groups/clubedecartasparablogs/

  • Gerson Alan

    Oi Raquel, Tudo bem? Vinício de Moraes é dona de uma sensibilidade poética rara. Eu gostei da nossa blogagem coletiva com o tema “amizade”. Amor, cumplicidade, afeição, aceitação… Muitas são as palavras que definam o conceito de “Amizade. Nos dias de hoje está cada vez mais raro encontrar uma amizade verdadeira. Tenho observado que não não se faz mais amigos como antigamente. O que é uma pena! Que o calor de um carinho, o afeto de um abraço e o sorriso de uma grande amizade sejam presença constante em nossa vida. Gostei do seu post! Bom trabalho! Vá além!

  • Mylena Oliveira

    Eu adoro Vinicius de Moraes, considero ele um escritor brilhante, sempre que leio algo dele me sinto abraçada pelas palavras. Que bom ver algo dele no seu blog <3

  • Alessandra Tapias

    Tem muita coisa que dizem que é de um autor, mas é de outro…. Outro dia coloquei uma frase no google pra saber de quem era, e me apareceram 3 autores diferentes, rsrsrs.

    Mesmo assim EU AMEI ♥

    Bjks

  • Italo Bernardo

    É terrível quando atribuem a um autor conhecido textos que não o pertencem.
    Amei esse soneto (acho que já conhecia, não lembro muito bem) , um amigo realmente não se explica, está sempre conosco em todos os momentos , sem reclamar. Beijos do Wes ^^

  • Maria Luíza Lelis

    Oi, tudo bem?
    Confesso que não sou muito fã de poesia, mas Vinicius de Moraes é impossível não gostar. Ele escrevia com uma sensibilidade e uma emoção, que não tem como não ser tocada por suas palavras. Acho que você não poderia ter escolhido maneira melhor de abordar o tema amizade.
    Achei legal também você ressaltar que estes dois textos que circulam na internet não são dele, porque o que a gente mais vê por aí é pessoas atribuindo textos a autores renomados que não foram escritos por eles.
    Adorei o post!
    Beijos!

  • Gente…
    Não sabia que não eram dele. A Internet às vezes é trágica demais. Hahaha
    Achei lindo esse soneto. Um verdadeiro amigo sempre estará nos principais momentos aí nosso lado, podemos nos perder, mas no momento certo nos achamos e assim vamos vivendo esse termo maluco que é a vida.
    Bjim!
    Tammy

  • E tem definição melhor do que esta: “O amigo: um ser que a vida não explica”??? Só mesmo Vinícius para criar algo tão belo.
    Bjs

  • LITERABOOK

    Que belo soneto que resume da melhor forma o que é a amizada. A mais pura e simples. Adorei demais!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

  • Nina

    Oi, tudo bem?

    Não sou muito desse tipo de poema, sabe? E nunca li mais do que os poemas óbvios do Vinícius. Acho que porque prefiro poetisas. Raramente me atenho aos trabalhos dos poetas. Esse título em questão me lembra os do Mario Quintana, embora o modo poético seja bem mais elaborado. Pode me chamar de insensível, mas não senti nada ao ler esse poema. Gosto de coisas um pouco mais simples. E eu já li muita coisa sobre amizade, acho que criei uma resistência HAHA.
    Mas gostei muito da postagem 😉

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

  • Isis Olliveira

    Lindo poema! Eu estou devendo esta postagem mas, como vc, ainda não encontrei muito bem como falar. Mas logo farei a minha! ^^

  • Angélica Felix Lima

    Oi, tudo bem?
    Gostei do tema da blogagem, eu nunca tinha lido esse soneto, mas adorei, é lindo!!
    Bjs

  • Kemmy Oliveira

    Nossa, nem fale sobre atraso kkk ainda nem postei a apresentação do projeto 😡
    Enfim, na internet é muito comum ver autorias sendo erroneamente atribuídas, né? Uma pena…
    Muito bonito esse soneto! Nada como uma amizade ♥

  • Morgana Brunner

    Ah que incrível esse soneto menina, fiquei feliz de encontrá-lo logo em seu blog Raquel, as palavras escritas são realmente lindas e encantadoras!
    Beijinhos

  • Grazielli

    Que delícia deparar com essa belezura … amo os poemas de Vinícius ainda mais por ter o mesmo sobrenome que o meu… desde pequena falava que ele era meu parente… vai saber… sonho rsrsrs.
    Excelente post, parabéns!

%d blogueiros gostam disto: